Adquiriu hoje uns novos óculos e parece-lhe que a visão não está a 100%, a sua primeira reação é que existe um erro na graduação ou que lhe trocaram as lentes na montagem. De facto, existem diversas causas que podem justificar a razão de não ver bem com os seus óculos novos, vamos ver as razões que poderão estar por trás.

O período de habituação

Ao adquirir uns óculos novos terá sempre que se adaptar a eles, é normal os nossos olhos sentirem o impacto de algo novo e necessitarem de um período de adaptação aos óculos,

Algumas pessoas acabam por não sentir muito, mas outras necessitam de alguns dias para se habituarem ao novo óculo, dependendo não só do aumento da graduação mas da sensibilidade da pessoa e do seu sistema visual.
Numa fase inicial pode sentir tonturas e dores de cabeça, especialmente quando a graduação é mais alta, ou aumentou mais de 0,50 dioptrias relativamente à ultima prescrição.
As lentes progressivas e lentes com astigmatismo podem também induzir confusão quando movemos a cabeça.
É também perfeitamente normal se apenas conseguir ver o aro da armação dos óculos quando é a primeira vez que os usa ou alterou para uma armação de massa /metal.

O que causa isto?

O nosso sistema visual tem a necessidade de se adaptar a algo novo, daí vermos tudo mais nítido mas sentirmos a confusão e impacto da graduação. As pessoas a quem tenham sido receitadas lentes com graduação diferente ou que tenham escolhido uma nova armação ou tipo de lente também são afetadas.

É importante ser persistente, ir tentando usar continuamente os seus óculos novos de modo a que os seus olhos se adaptem e deixar, se for o caso, de usar os óculos antigos ou ir alternando.

Adiar o uso de óculos
Após começar a usar óculos é recomendável uma consulta no máximo de dois em dois anos, ou antes desse período se já sentir dificuldade. Isto para que os aumentos não sejam tão grandes, não haja esforço e seja mais fácil adaptar a uma nova graduação.

Stress
Os seus olhos também sofrem com o stress. Quanto mais tiver stressado pior verá. Por exemplo a frustração de não estar a ver corretamente vai elevar os seus níveis de stress que por sua vez vão piorar a sua visão. É o efeito bola de neve.

Gravidez e Amamentação
Com a gravidez é normal existirem oscilações na graduação, por isso não se preocupe se uns dias vir melhor do que outros, deve fazer a verificação da graduação após 6 meses do parto e ou após 6 meses de deixar de amamentar.

Doenças crónicas
Condições crónicas como diabetes ou hipertensão tem grande impacto na acuidade visual de uma pessoa. Nestes casos, os problemas visuais podem ser causados pelas oscilações dos níveis de pressão sanguínea ou glicose. Também a artrite reumatoide e a esclerose múltipla podem ter implicações na visão.

Medicação
Alguns medicamentos podem também afetar a sua visão. Se trocou a dosagem ou a marca de alguma medicação frequente ou se toma especialmente relaxantes muscularessoporíferos, antibióticos e anti-inflamatórios é normal sentir variações. Consulte o seu médico e tenha a certeza que o seu receituário não interfere na visão.

Uso de lentes progressivas
Com as lentes progressivas consegue uma visão nítida a todas as distâncias, visão de longe, intermédia e perto, existindo zonas para as distâncias visuais diferentes a misturarem-se, desde o cimo, onde está a visão de longe, até baixo, onde está a visão de perto.

Apesar do grande avanço das lentes progressivas, estas ainda oferecem um período de adaptação que pode ir até 3 semanas.

Portanto aqui é bastante importante ser persistente, ir tentando usar continuamente os seus óculos novos de modo a que os seus olhos se adaptem e deixar, se for o caso, de usar os óculos antigos ou ir alternando.

As pessoas mais idosas tem maior dificuldade em adaptar-se mas o período de habituação é sensivelmente o mesmo.

Dica: Comece por usar os seus óculos progressivos novos enquanto estiver sentado, coloque em frente à TV e um livro na sua distância de perto e vá treinando as posições de visão. Ajuste-se lentamente às suas lentes nas suas ações diárias como subir e descer degraus, conduzir, cozinhar, etc…

A qualidade das lentes desempenha também um papel fundamental, por isso a ÓCULOS PARA TODOS recomenda a escolha das lentes progressivas GLK Premium e Premium Plus, as quais já possuem uma geometria free-form personalizada, que amplia o campo de visão nítida.

E agora?
Na maioria dos casos o problema é resolvido por si mesmo. No entanto poderá recorrer à loja onde os comprou e pedir assistência, nos nossos dias a ciência está tecnologicamente avançada assim como as lentes oftálmicas que dispõem de uma lente certa para quase todos os erros refratários – hipometropia, hipermetropia e presbiopia.
Caso não registe melhoras, consulte o seu optometrista e certifique-se que a graduação das lentes corresponde à receitada, que as lentes foram bem montadas e que a armação é a mais adequada ao seu tipo de rosto.

Garantimos a satisfação dos nossos clientes.